Gerir equipes de diferentes gerações é uma ótima oportunidade

Gerir equipes não é uma tarefa simples. Se são pessoas de diferentes gerações, fica mais complicado ainda. Cada geração possui características únicas, que refletem quando nasceram e a forma como foram criados, normalmente negando as crenças da cultura anterior.

Baby Boomers, Geração Z, X e Y apresentam pensamentos diferentes em relação ao trabalho, tempo livre e realização pessoal. A relação com a liderança também muda drasticamente: enquanto as gerações anteriores veem o líder como uma pessoa distante, alguém que precisa ser respeitado sem questionamentos, os mais novos desejam participar das dinâmicas e auxiliar o líder a obter os melhores resultados, criando uma relação mais próxima que às vezes pode ser interpretada como uma subversão.

Ter diferentes gerações dentro de uma mesma equipe pode, na verdade, ser uma grande oportunidade. O líder tem uma equipe diversificada a sua disposição, com talentos e visões de mundo diferentes. Quando se coordena essas diferenças, criando uma valorização das habilidades individuais de cada colaborador, pode-se obter resultados extremamente ricos e inovadores.

Além disso, esse momento torna-se um desafio para a liderança, que precisa constantemente buscar maneiras de atender os pedidos de seus colaboradores, entender a forma como eles produzem mais e aliar tudo isso à busca do melhor resultado final.
Para saber mais sobre as diferentes gerações, confira os outros posts do blog SOS Carreira. Clique aqui e leia mais sobre a Geração Y e, neste post, entenda mais sobre a Geração Z.

Deixe uma resposta