Como não perder tempo na era das Redes Sociais?

50 minutos. Esse é o tempo médio gasto pelos usuários no Facebook e Instagram por dia, segundo pesquisa divulgada pelo próprio Facebook. Em um primeiro momento pode não parecer muita coisa, mas considerando que o tempo recomendado pelos médicos de sono é de 8 horas, chegamos à conclusão que estamos passando 6% do nosso dia útil nas redes sociais. Esse tempo diário é maior do que o gasto com ler, sair com os amigos e entrar em contato com a família.

Outra pesquisa, divulgada pela ComScore, também assusta: o brasileiro passa cerca de 650 horas por mês publicando, comentando, dando likes e interagindo nas redes. Somos líderes no mundo em tempo gasto nas redes sociais. E o Facebook é a maior rede social em número de visitantes únicos, sendo 58 milhões apenas no Brasil.

Essa participação massiva demonstra o desejo de se expor e interagir com seus amigos e pessoas com interesses em comum. A comunicação, o lazer e o modo como trabalhamos mudou consideravelmente desde o surgimento da Internet. E isso afeta drasticamente o nosso rendimento em casa e no trabalho. Afinal, essas horas passadas nas redes precisam sair de alguma outra atividade.

Para conseguir gerenciar melhor o seu tempo e impedir que as redes sociais atrapalhem a sua rotina, é preciso ter autoconhecimento e controle. Entenda quais são os momentos nos quais você precisa de concentração, mas que está mais apto a se distrair com as redes. Crie estratégias para evitar o uso indevido e pondere até que ponto aquela visita à timeline realmente precisa acontecer em determinado momento.

Tenha em mente que as relações online são divertidas e importantes, mas tome cuidado para que ela não acarrete prejuízos para o seu trabalho, saúde e relacionamentos.

 

Deixe uma resposta