Entenda a nova regra para o pagamento do cartão de crédito

Entenda a nova regra para o pagamento do cartão de crédito

Desde o dia 3 de abril, já está valendo a nova regra para pagamentos de dívidas de cartão de crédito. A mudança, é uma medida do governo para reduzir a crise financeira do país, assim como a liberação das contas inativas do FGTS.

As novas regras eliminam o efeito bola de neve do pagamento rotativo, também conhecido como pagamento mínimo da fatura. Na prática, sempre que o consumidor entrar no pagamento rotativo, o banco é obrigado a oferecer um parcelamento do valor total da fatura após os primeiros 30 dias.

Como opção, após esse período, o consumidor também pode escolher pagar o valor total à vista e sem nenhuma aplicação de juros (no valor da fatura, sem considerar eventuais empréstimos). De acordo com nota divulgada no site oficial do governo, espera-se que a medida reduza consideravelmente o número de inadimplentes.

Uma análise anterior mostrava que os juros do pagamento rotativo prendiam o consumidor por diversos meses. Pior do que isso, transformava as dívidas em valores absurdos.

Antes, se houvesse uma fatura de 1000 reais e o cliente pudesse pagar somente a taxa mínima de 150 reais, em questão de 6 meses a dívida final ficaria em cerca de 1700 reais.

Isso acontecia devido às elevadas taxas de juros envolvendo cartões de crédito no Brasil. Ano passado, o Banco Central revelou que elas alcançaram 484,6% ao ano, ou seja, 15,85% ao mês.

Com as novas regras, o mesmo caso da fatura de 1000 reais seria diferente. Agora, os juros do pagamento rotativo ocorrem somente no primeiro mês, após esse período o banco deve perguntar se o cliente deseja parcelar a dívida (já com valor travado) ou pagar tudo à vista.

Para as empresas em geral, a decisão deve trazer impactos positivos por incentivar a economia. Os consumidores terão mais condições de realizarem os pagamentos de suas faturas, já que os juros abusivos deixarão de existir. Como consequência, devem gastar mais durante o ano.

Deixe uma resposta