Os 4 principais sinais de que sua carreira está estagnada

Os 4 principais sinais de que sua carreira está estagnada

É normal o desejo de alcançar a estabilidade no mercado de trabalho. Conseguir uma boa posição financeira e um bom cargo dentro da sua área de atuação é o que todo profissional almeja para a carreira. Contudo, é importante entender que uma  vez que essa meta seja alcançada, fica bem fácil se prender em uma zona de conforto.

Veja bem, se não há mais o que conquistar, tudo se transforma em uma rotina controlada e isso pode se tornar muito frustrante para o profissional.

Listamos abaixo os 4 principais sinais que indicam estagnação de carreira.

  1. Sente-se inútil

É uma grande ironia dizer que os profissionais bem sucedidos, porém estagnados, sentem-se inúteis. Mas essa é, de fato, a verdade. Os profissionais de sucesso são aqueles que querem sempre potencializar suas capacidades, por isso a sensação de que não há mais para onde crescer é tão frustrante. Nesses casos, cabe uma reavaliação do seu plano de carreira e quem sabe, traçar novas metas.

  1. Faz tempo que não estuda

Se já estamos estagnados em nossas posições profissionais não vemos a necessidade de aprender mais. O que sabemos já é tido como o suficiente. Esse pensamento, além de errado também é perigoso, visto que se não nos mantemos atualizados dentro de nossa área, podemos facilmente ser ultrapassados por quem está. A recomendação é buscar novos tipos de formação, como um MBA, por exemplo.

  1. Tudo é motivo para reclamar

A falta da necessidade de esforços pessoais gera frustração, o que por consequência potencializa o sentimento de insatisfação. Com praticamente tudo. Desde colegas de trabalho, até funções, atividades e etc. Em alguns casos, isso pode até mesmo contaminar outras pessoas e gerar um efeito cascata, onde o ambiente inteiro torna-se insuportável.

  1. Resistência ao novo

A estagnação está diretamente ligada à zona de conforto profissional. Essa situação cria uma rejeição automática a qualquer tipo de mudança, a qualquer tipo de novidade. Mesmo que exista a ciência clara de que aquilo iria melhorar os processos, o conforto oferecido pelo que já conhecemos e dominamos pode nos impedir de tentar.

Deixe uma resposta