Os principais problemas para administradores em 2017

Os principais problemas para administradores em 2017

Para alguns, pode até parecer cansativo a frequência com que o tópico “crise econômica de 2016” é citado em diversos artigos. Contudo, é importante entender que o impacto sentido no mercado empresarial do Brasil foi grande, e por isso, existe uma grande cautela na maneira com que as corporações lidam com suas expectativas para 2017.

Dentre todos os cargos gerenciais e de liderança de uma empresa, um dos que mais tem de lidar com esse cuidado redobrado é, sem dúvida, a área administrativa. Sendo responsável pelo crescimento sustentável das corporações, é o administrador que precisa articular e gerir diversos setores de maneira abrangente, incluindo o financeiro, patrimônio, vendas, logística, etc.

É nesse cenário de marcha lenta, reflexo direto do início da regressão da crise, que esses profissionais terão que trabalhar. As empresas não buscam um crescimento exagerado, mas esperam novas maneiras de recuperar o prejuízo do ano passado. Técnicas e estratégias comuns não serão mais aceitas, é preciso que os administradores tenham a visão e capacidade de pensar em algo novo e direcionado para cada situação. Uma visão analítica, porém, de algum modo, inovadora.

Segundo o IBGE, mesmo sem crise ou efeitos dela, mais da metade das empresas fecham as portas após os primeiros quatro anos. E é por isso que a figura do administrador será tão valorizada em 2017.

Mais do que administrar, será parte da função desse profissional contribuir com outros gestores dentro da organização, para assim, garantir o sucesso e relevância da empresa.

Deixe uma resposta