2017, o ano de Gestão

2017 é o ano da Gestão

Diferente do que todos previam inicialmente, 2017 não será um ano de intensa recuperação. Especialistas confirmam que a crise que assolou o país vai, de fato, começar a regredir, mas em uma velocidade bem menor do que o esperado. Com isso, as empresas continuarão a manter um comportamento de extrema cautela.

O grande objetivo do ano não é obter crescimento, mas sim recuperar o prejuízo de 2016. As empresas querem reduzir seus custos e potencializar sua eficiência e autonomia. Para isso, a ordem geral é “fazer diferente para obter resultados diferentes”. Quem confirma é Ricardo Basaglia, diretor executivo das consultorias Michael Page e Page Personnel.

Basaglia afirma que, em 2017, profissionais com alto nível de pensamento estratégico e analítico, para negócios ou projetos, devem ser extremamente valorizados. É esse tipo de visão mais focada em resultados de curto, médio e longo prazo que as empresas buscarão.

Estar no lugar comum não será mais aceitável. Será preciso ter uma visão mais trabalhada em possibilidades para buscar o novo.

Sendo assim, a recomendação geral para os profissionais que desejam crescimento é focar-se em cursos que valorizem todas essas capacidades citadas. MBAs em Gestão de Negócios, Projetos ou até mesmo nas áreas de Tecnologia e Administração são ótimos caminhos para aqueles que desejam desenvolver as capacidades mais desejadas pelas empresa no atual cenário de mercado.