Confira o perfil dos profissionais da Geração Y

Profissionais com idades entre 18 e 34 anos – a famosa Geração Y – representam um desafio para as empresas que atuam de forma tradicional. Sempre em busca de novos desafios, são profissionais curiosos e dedicados, desde que as condições de trabalham atendam aos seus ideais. Mais do que estabilidade e uma boa remuneração, a Geração Y tem o desejo de ser uma voz ativa, capaz de dar sugestões e apontar problemas para seus superiores.

Um dos aspectos mais discutidos sobre estes profissionais é a sua pouca permanência nos empregos. Alguns pesquisadores defendem que a maioria desses jovens ficam insatisfeitos com o trabalho e, ao primeiro sinal acabam abandonando o cargo. No entanto, um estudo recente realizado por Pesquisadores da Universidade da Califórnia vem questionando esse conceito.

A pesquisa ouviu cerca de 25 mil jovens, de 22 países, e chegou a uma conclusão: a Geração Y deseja sim continuar no seu emprego. Mais de 60% dos entrevistados disseram que pretendem continuar no seu trabalho atual pelos próximos 9 anos. Cerca de 44% afirma, inclusive, que gostariam de trabalhar para sempre na empresa atual.

Os números são bem diferentes do que se tem como padrão para a Geração Y. Mas existe uma pegadinha: os entrevistados não têm o desejo de mudar desde que o trabalho seja motivador e ofereça flexibilidade.

No Brasil, pesquisa realizada pela Universidade do Rio Grande do Sul mostra que 72,7% das pessoas nessa faixa etária trabalha com atividades ligadas à tecnologia. 73% tem o desejo de viajar para conhecer o mundo e 55% querem investir em uma boa formação educacional.

Para trabalhar com profissionais da Geração Y, alguns fatores não podem ficar de fora: valorize o trabalho em equipe, faça feedbacks constantes, estimule a troca de conhecimentos e experiências.

Um comentário

Deixe uma resposta