Como trabalhar a gestão de conflitos dentro das empresas

Conflitos são naturais em qualquer meio social. Dentro de um grupo, sempre temos pontos de vista diferentes, que levam a ideias diferentes. Isso é ótimo para o crescimento da sua empresa, pois estimula a criatividade na hora de encontrar uma solução. Por outro lado, opiniões muito exaltadas podem gerar conflitos sérios entre os colaboradores. O líder precisa estar atento para que uma troca de ideias não se torne um grave problema para sua empresa.

Em primeiro lugar, é preciso incentivar o diálogo entre seus colaboradores. Todos os pontos de vista são válidos e bem vindos, mas deixar um projeto parado por causa da opinião de dois ou mais colegas passa a ser prejudicial. Existem algumas táticas para evitar conflitos, mas tudo começa com bom senso e na busca de um objetivo comum: fazer a empresa crescer.

Ao se deparar com uma situação de conflito, o líder deve exercer a empatia, colocando-se no lugar dos envolvidos para entender suas motivações. Peça que cada parte explique seu ponto de vista, ouça com atenção e incentive a troca de ideias. O ideal é que os envolvidos não fiquem exaltados, mas se isso acontecer, o líder precisa manter o autocontrole a todo momento, pois sua postura é essencial para conseguir a confiança de sua equipe.

Se mesmo com essas dicas, a situação não for resolvida entre a própria equipe, está na hora do líder tomar partido e resolver o conflito. Para que não exista nenhum mal entendido, o líder precisa explicar detalhadamente porque a opção A é melhor que a opção B, apontar todas as possibilidades e, com toda essa informação, escolher a melhor solução. Sempre deixe claro para a equipe que a decisão foi totalmente racional, baseada em fatos. Assim, o líder toma uma decisão justa e os colaboradores irão perceber que foi a melhor decisão para o momento.  

 

Deixe uma resposta