Quando o bolso requer cuidados

Na gestão de carreira, um dos pontos fortes é saber gerenciar de forma eficaz seus rendimentos. Não aplicar aquela máxima popular “Quanto mais eu ganho, mais eu gasto” é um dos segredos para quem quer decolar profissional e financeiramente. O bolso requer cuidados, já diz uma frase antiga, porém, extremamente sábia e atual.

Já é um fato aceito por muitos especialistas da gestão o impacto que uma carreira de sucesso pode ter em nossas finanças. Afinal, um profissional bem-sucedido costuma receber remunerações gordas, e nada melhor do que um bom salário para alavancar nossa vida financeira e pessoal. Não é uma verdade absoluta, mas que funciona na maioria das vezes.

Porém, a ordem inversa também é verídica, mas poucas pessoas ficam atentas a este detalhe. Da mesma maneira que o sucesso profissional impacta na vida financeira, a organização financeira impacta na vida profissional.

A maioria das pessoas com dificuldades financeiras acredita que uma maior remuneração é a solução de todos os seus problemas. Essa é uma lenda urbana! Para conseguir melhorar seus rendimentos é preciso, primeiro, estruturar-se financeiramente. Pessoas que enfrentam problemas financeiros possuem uma probabilidade muito maior de passar por conflitos familiares. Esses conflitos, por sua vez, dificultam o foco e diminuem a produtividade do profissional no seu ramo de atividade. É preciso se preparar para ganhar mais e planejar como fará para aplicar parte dos novos vencimentos em seus objetivos de vida e de carreira. Não é o quanto você ganha, mas sim o que você faz com o que você ganha que importa.

Profissionais sem foco e pouco produtivos dificilmente conseguirão ascender em sua carreira de modo eficaz e produtivo. Portanto, quem não cresce profissionalmente, não ganha mais, e quem não ganha mais tende a enfrentar problemas financeiros de diversas ordens.

Normalmente, a desorganização financeira gera uma espiral de acontecimentos negativos que fazem com que o seu crescimento profissional seja mais lento e, em muitos casos, nem mesmo ocorra. Uma pessoa financeiramente organizada consegue romper com esse ciclo vicioso; pagar suas contas em dia; evitar que problemas financeiros perturbem o ambiente familiar; ter um melhor desempenho na sua profissão; realizar suas metas e sonhos; investir em aplicações financeiras e, talvez o mais importante, ter recursos para investir em si próprio, na sua carreira e na sua evolução profissional.

Se você é uma pessoa desorganizada financeiramente, é bem possível que esteja enfrentando algumas das dificuldades mencionadas anteriormente no texto.

A solução, nesse caso, começa por elaborar um orçamento e destinar parte das suas receitas para investir na sua própria carreira. Destine um percentual do que você ganha para isso e invista em você.

Esse investimento pode ser feito de diversas maneiras, mas destaco duas que considero especialmente importantes: conhecimento e imagem.

No tocante ao investimento em conhecimento, você pode fazê-lo através da aquisição de livros, cursos, pós-graduação, intercâmbio ou viagens a locais com uma história rica do ponto de vista cultural.

No que diz respeito à imagem, você pode utilizar esses recursos para inovar no seu guarda-roupa profissional, adquirindo melhores roupas, ou quem sabe, comprando um notebook ou tablet mais moderno para você utilizar nas suas reuniões de trabalho e no cotidiano. Não se engane, Marketing pessoal e imagem são fatores importantes, mas não confunda isso com busca desenfreada por status, que é outro fator que pode atrapalhar sua carreira.

Quer crescer na sua carreira? Invista nela! Planeje nos mínimos detalhes como fazer os investimentos. Saber provisionar seus gastos e guardar uma parte dos seus ganhos para investimentos é essencial. Infelizmente, nem todo mundo percebe a importância deste ato e acaba deixando de investir no mais importante: sua própria carreira. Este erro, com certeza, algum dia, será fatal, e talvez, sem volta!

Jorge Luiz Conde, Professor Universitário e Consultor Organizacional.

Autor: Jorge Luiz Conde

Deixe uma resposta