Como conquistar (de verdade) o consumidor do seu negócio

Em primeiro lugar, você deve conhecer realmente seu consumidor. Você tem que saber mais sobre ele do que qualquer outra pessoa. Saber quais são as dores, interesses, comportamento e, se possível, sonhos deles. Uma ferramenta que pode te ajudar nesse processo investigativo é construir personagens representativas desse público.

São como personas fictícias, mas que representam fielmente potenciais clientes do seu negócio. Esse recurso te ajuda a se colocar no lugar do consumidor e pensar sobre o que ele gostaria e valorizaria.

Outro ponto essencial é garantir que a sua empresa proporcione uma boa experiência de compra para o consumidor. Antes de pensar nesse assunto, é preciso ter certeza de que conhece muito bem seu público-alvo. Se debruce sobre a jornada de compra do consumidor. Você precisa saber como ele chegou até você, o que ele busca, mas também buscar feedbacks sinceros sobre o que ele achou do seu serviço.

Conhecendo o seu consumidor e entendendo seu comportamento, já se pode comunicar a empresa de forma ativa. O que você vai contar sobre ela para ele? Como isso será feito? Ele tem interesse nessas informações? Em que ambientes você pode alcançar seu consumidor? Ele está em quais redes sociais? O que ele lê?

Essas perguntas vão dar um foco à estratégia de marketing, que deve ser planejada e estruturada com o objetivo de criar um vínculo com o seu consumidor.

Mas, atenção: criar e executar uma estratégia é bem diferente de manter um blog e, de vez em quando, postar algo nele. Infelizmente, dá muito mais trabalho do que isso, exige recursos e organização do tempo. Mas, um trabalho com empenho traz resultados efetivos, se a estratégia for boa.

A seguir, algumas dicas importantes para você montar sua estratégia:

Você tem que saber que o consumidor é emocional, e que elas vão interferir diretamente na decisão de compra. Então, ele precisa te amar, basicamente. Todo o conteúdo que você desenvolver na sua estratégia de marketing precisa partir dessa premissa.

Aposte em boas histórias

Atualmente, as melhores campanhas de negócios para engajamento envolvem narração de histórias, que, basicamente, são grandes gatilhos emocionais.

Com sensibilidade às questões sociais, a empresa deve construir uma boa narrativa para envolver as pessoas e impactar na sua decisão de compra.

As redes sociais são fundamentais

Mesmo que você não goste de usar o Facebook, ache uma invasão de privacidade, perda de tempo e etc. Você precisa estar bem posicionado nas redes. Isso tem relação com a credibilidade da sua empresa, mas também com a admiração e a influência dela na rede.

Se seus perfis nas redes têm milhares de fãs, com certeza esse dado vai influenciar futuros consumidores e, mais do que isso, suas postagens ganharão muito mais relevância. Agora, cuidado: é um tiro no pé você investir apenas em anúncios pagos para melhorar o desempenho. O consumidor está interessado em informação relevante e que estabeleça com ele uma ligação emocional.

Crie espaços de diálogo com o consumidor

Interaja com ele. Essa é uma forma de personalizar seu atendimento. Acredite, ele vai se sentir muito especial e vai valorizar ainda mais a sua empresa. A Amazon utiliza ferramentas digitais de feedback para engajar clientes muito interessantes, por exemplo. Entre suas frentes de ação, está um sistema de recomendação, botão de compras de um clique e um programa de fidelidade Prime. No caso deles, essa capacidade de personalizar o atendimento e se envolver com cada cliente é um enorme diferencial a longo prazo pois fideliza o cliente.

FONTE: Endeavor

Deixe uma resposta