Diferenças entre MBA brasileiro e americano

Fazer um MBA está nos planos de muitos profissionais da área executiva. O curso une a teoria com a prática e forma profissionais que querem estar atualizados para enfrentar os maiores desafios do mercado. Mas o MBA brasileiro tem uma série de diferenças em relação ao MBA original, que nasceu nos Estados Unidos. O Master of Business Administration (Mestre em Administração de Negócios, em tradução livre) é um curso quase sempre em período integral e que dura cerca de dois anos. Para ser aceito no programa, o candidato precisa passar por uma série de avaliações. O histórico escolar e a carreira do candidato também são levadas em conta. Muitos profissionais de outros países tentam fazer o MBA nos EUA e precisam também realizar uma prova para atestar sua proficiência na língua inglesa.

Por ser em período integral, o MBA americano representa um verdadeiro mergulho no mundo dos negócios, mas impede que o aluno continue com seu trabalho regular. É possível apenas fazer um estágio. Essa é uma vantagem para quem tem total disponibilidade de tempo e não se importa em fazer uma longa pausa na carreira.

O formato do MBA foi exportado para diversos países e passou por adaptações de acordo com a cultura do local. No Brasil, por exemplo, o MBA não é integral, pois os profissionais brasileiros não consideram positivo ter que abandonar seu trabalho e fazer uma pausa na carreira exclusivamente para os estudos. Os cursos acontecem no período da noite ou aos fins de semana, tudo para não entrar em conflito com os horários de trabalho.

O Master of Business Administration americano é um curso semelhante a um mestrado no Brasil. Uma de suas principais vantagens é a possibilidade de estudar e conhecer pessoas do mundo todo. Outro detalhe é que o curso é muito procurado por profissionais que desejam fazer uma mudança de área na carreira, investindo no futuro executivo. No Brasil, o MBA é muito procurado por profissionais que estão trabalhando no mercado no que gostam, mas desejam turbinar a sua carreira.

Deixe uma resposta